top of page
  • Foto do escritorLidice Meyer

Diário de uma Protestante na JMJ Lisboa 2023 - 1º dia

Atualizado: 4 de ago. de 2023

1º dia

.

No “arranque” da JMJLisboa2023 participei de um evento na ULisboa organizado por uma instituição interconfessional “Canto pela Paz” que reúne jovens de todo o mundo e das mais diversas religiões.

De lá, o rumo foi o Parque Eduardo VII, no coração da cidade para a missa de abertura presidida pelo Cardeal Patriarca de Lisboa. É indescritível a sensação de ver meio milhão de pessoas reunidas, de bebês a idosos quase centenários. Mas quem se destaca são eles: os jovens vestindo as cores deste país que os acolhe. Portugal, um dos principais centros difusores do cristianismo, hoje recebe os frutos de uma evangelização/colonização que deixou sequelas negativas, mas como vemos hoje, muitas também positivas.

No palco imenso a imagem de uma jovem Maria, patronesse desta jornada, parece a tudo e a todos observar. Está ligeiramente grávida: grávida do Filho de Deus, grávida de desejos, grávida de esperanças. Em seus olhos um misto de medo e de confiança. Ela é a imagem perfeita desta juventude impressionante que se une aqui em busca de um encontro espiritual com Deus.

Volto no tempo para um evento em muito menores proporções no Brasil: Geração 90. Eu era jovem e estava lá. Comigo, milhares de outros jovens protestantes entoando um cântico: “É o momento e o tempo da gente decidir. Ser cristão e ajudar a mudar o país. Com amor, união e a força desta geração: geração 90.”

33 anos se passaram. Hoje uma nova geração recebe o mesmo chamado, mas com uma maior intensidade: mudar o mundo! Cantem jovens! E que o seu canto abale a Terra! “Louvem a Deus, moços e moças, velhos e crianças!” (Salmo 148.12)

Lidice Meyer


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page