top of page
  • Foto do escritorLidice Meyer

Diário de uma Protestante na JMJ Lisboa 2023 - dia 6

Atualizado: 7 de ago. de 2023


O último dia da JMJ começou na noite anterior pois os jovens a passaram em vigília sob as luzes da Lua e do palco montado no Parque do Tejo para este dia. Um local que apesar das controvérsias e críticas, abrigou 1,5 milhão de jovens em segurança e paz a espera dos últimos momentos na presença de Francisco.

A organização contou com 32 mil voluntários! É emocionante ver a dedicação destas pessoas nestes dias e nos que os antecederam, sempre com um sorriso no rosto apesar do visível cansaço. Milhões de kits peregrinos foram montados e distribuídos com acesso a transporte, alimentação e hospedagem gratuita. Três refeições garantidas por dia acondicionadas muitas vezes em bolsas reutilizáveis que serão guardadas com muito carinho. Na chegada ao Parque do Tejo, cada grupo era encaminhado ao setor já separado para si, tudo com muita ordem.

Na abertura da missa de encerramento, ainda no sábado, Francisco destacou que alguém que comete um erro não é um fracassado, mas alguém que precisa de ajuda para levantar-se. Ele diz: “O único momento em que nos é lícito olhar uma pessoa de cima para baixo é para ajudá-la a levantar-se!” Lembrei-me da antropóloga Margarete Mead que, quando questionada sobre o primeiro indício de civilização humana respondeu: “O 1º sinal de civilização é a prova de uma pessoa com um fêmur quebrado e curado. Alguém tirou de seu tempo para cuidar de outra pessoa até que esta se recuperasse. Ajudar alguém a passar pela dificuldade é o ponto de partida da civilização”.

Esta foi a mesma tônica da mensagem de hoje. Cada jovem deve buscar resplandecer, ouvir e não temer neste mundo. “Tornamo-nos luminosos quando aprendemos a amar como Jesus. Escutar Jesus é o segredo de tudo. Tomamos caminhos que pensamos ser amor mas é egoísmo disfarçado de amor. Escutar Jesus nos ajuda a diferenciá-los. A Igreja precisa de vocês jovens, que querem lutar pela justiça e pela paz. A Terra precisa de vocês. A vocês Jesus diz hoje: Não tenhais medo. Jesus conhece o coração de cada um, o sucesso e o fracasso. Vocês são o sinal da paz. O testemunho de como as línguas e as histórias podem unir e não dividir. Sois a esperança!”

Com estas palavras enviou este 1,5 milhão de jovens de volta aos continentes de onde vieram para fazer a diferença onde Deus os colocar, resplandecendo, ouvindo, com coragem de estender à mão aos caídos levantando-os, curando suas feridas emocionais e físicas. Que Deus use estes jovens para que Seu Reino cresça na Terra.


“Porque, como a terra produz os seus renovos, e como o jardim faz brotar o que nele se semeia, assim o Senhor DEUS fará brotar a justiça e o louvor para todas as nações.” Isaías 61:11


Lidice Meyer

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page